Descubra como viver a menopausa de maneira saudável

Burnout Hormonal

Mulheres que estão na fase da menopausa sabem que a relação com o ganho de peso pode ser muitas vezes confusa. Você come menos, se exercita mais, mas ainda ganha peso, especialmente em torno da barriga. Adicione então as ondas de calor, sono desregulado e as mudanças de humor, e a vida pode parecer injusta. Você sente como se seu corpo tivesse traindo você.

O que está acontecendo? Esse processo é chamado de “burnout hormonal” e pode causar estragos no metabolismo feminino. Felizmente, pesquisas mostram uma maneira clara de reverter seus efeitos.

A principal causa do ganho de peso em mulheres na menopausa é o desgaste hormonal causado pela diminuição dos níveis de estrogênio e seu hormônio irmão, a progesterona. Assim, começa o ganho de gordura em alta velocidade, quando o desgaste hormonal atinge seu metabolismo na menopausa. Dessa forma, você se torna vulnerável a duas ameaças.

Ameaça 1: você fica mais sensível ao carboidrato

Com o declínio no estrogênio, seu corpo não processa carboidratos adequadamente. Isso porque o estrogênio ajuda a administrar o açúcar no sangue. Dessa forma, com menos estrogênio o nível de açúcar aumenta e se transforma em gordura, especialmente em torno da barriga.

É por isso que um prato de macarrão à noite pode resultar em um tamanho de calça extra na parte da manhã!

Ameaça 2: você se torna mais vulnerável ao stress

Quando você entra na menopausa seu cortisol (hormônio do estresse) aumenta até 74%. Isso é realmente muito ruim, pois o metabolismo de uma mulher já é mais sensível ao estresse do que o de um homem.

Mas a queda de estrogênio e progesterona tornam as coisas ainda piores. Isso porque eles amplificam os efeitos das moléculas de “sentir-se bem” do seu cérebro, como a serotonina e o receptor GABA. Essas moléculas te ajudam a ficar feliz, relaxada e a dormir bem. Isso funciona como um escudo, protegendo você contra os efeitos nocivos do estresse.

Assim, com um escudo de estresse mais fraco (devido a estrogênio e progesterona mais baixos), você se torna muito mais vulnerável ao cortisol. Também pode quebrar o colágeno na sua pele, fazendo com que você pareça ser de 5 a 10 anos mais velha.

Para finalizar, deixamos algumas dicas para reverter o ganho de peso durante o período da menopausa. Dá uma olhadinha!

mulher-alimentação-menopausa-sentir-se-bem

 

  1. Seus hormônios devem estar regulados através de uma alimentação estratégica. Mulheres que sofrem de menopausa devem seguir um protocolo alimentar baseado em alimentos reais para que logo pela manhã já estimulem o seu metabolismo. Isso pode ser feito, por exemplo, ao substituir os pães por proteína (como ovos).
  2. Outro hábito importantíssimo é prestar atenção no que se come a noite para controlar o seu hormônio do estresse.
  3. Prefira alimentos ricos em triptofano (como as bananas e castanhas). Eles são um estimulador natural da serotonina que proporciona a sensação de bem estar – tão necessária para contrabalancear o alto nível de stress que a menopausa traz.

 

Simples e pequenos hábitos como estes colocarão seus hormônios para trabalhar novamente a favor de você e do seu corpo.

Conteúdos relacionados

5 tratamentos estéticos para as festas de fim de ano

26 de novembro de 2020

5 tratamentos estéticos para as festas de fim de ano

Christmas Day Care Fisioforma Muitas pessoas se programaram para fazer seus tratamentos ao longo do ano e não conseguiram. Mas a boa notícia é que este ano lançamos os tratamentos[...]

Zfield: Tecnologia revolucionária que cria e define músculos

19 de outubro de 2020

Zfield: Tecnologia revolucionária que cria e define músculos

Tratamento utiliza alta intensidade, capaz de executar até 36.000 contrações em 30 minutos. São super contrações máximas que nunca seriam capazes de serem reproduzidas por ação muscular voluntária O desejo[...]

Rejuvenescimento Íntimo

28 de agosto de 2020

Rejuvenescimento Íntimo

O Rejuvenescimento Íntimo Rejuvenescimento íntimo é o nome dado ao conjunto de procedimentos que podem ser realizados, com fins médicos ou estéticos, em toda a região íntima da mulher: vulva,[...]