Obesidade é um dos males do século?

Com a chegada da internet, e o aumento da facilidade no dia- a- dia, muitas vezes acabamos deixando a saúde e os bons hábitos de lado. Olha só, imagine você em um dia super quente, passando em frente a uma sorveteria, sabendo que lá tem aquele sorvete de pistache que você tanto ama. Sua mente e seu corpo vão quase que instantaneamente dizer que é aquilo que eles querem. E é na frequência desse tipo de hábito que mora o perigo da obesidade…

Com toda certeza você já ouviu falar sobre os termos obesidade e sobrepeso. E você deve estar se perguntando:

“Ué, mas não é a mesma coisa?”

Embora muitas vezes sejam utilizados da mesma forma, sobrepeso e obesidade são condições distintas e indicam graus diferentes de acúmulo de gordura no corpo.

Um indivíduo acima do seu Índice de Massa Corporal (IMC) pode indicar sobrepeso. Porém, o resultado deve ser analisado cuidadosamente, já que o cálculo não diferencia a gordura da massa muscular. Tendo em vista que os músculos são mais pesados que a gordura existe a possibilidade do indivíduo ter um IMC mais alto, e não estar realmente com sobrepeso, caso ela possua mais músculos que gordura. Por isso, é indispensável o acompanhamento com endocrinologistas e nutricionistas.

Já a obesidade consiste em uma condição, na qual o indivíduo apresenta um acúmulo de gordura corporal muito superior ao que seria saudável. A obesidade é classificada em graus crescentes e o IMC também é usado nessa determinação, então quanto maior o IMC mais grave o grau da doença.

Segundo pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde no ano de 2018, o percentual de obesidade acomete 18,9% dos brasileiros. Já o sobrepeso atinge 54%, ou seja, mais da metade dos brasileiros.

As causas da obesidade e do sobrepeso são várias, mas principalmente os hábitos que a sociedade vem tornando cada vez mais cotidianos, como a má alimentação, e a falta de exercícios físicos. Entretanto, a obesidade pode ter influências genéticas, embora não seja hereditária, e também torna mais próximo o desenvolvimento de outras doenças, como a hipertensão, o diabetes e problemas cardiorrespiratórios.

O tratamento para ambos os casos exige acompanhamento nutricional, para que o profissional possa personalizar o tratamento. Já nos casos mais graves de obesidade, pode ser necessária a cirurgia bariátrica.  Em todo caso, é importante contar com uma equipe de profissionais capacitada para montar um plano saudável de emagrecimento.



Conteúdos relacionados

Transformação da Karina – Método 4D Emagrecimento

25 de maio de 2021

Transformação da Karina – Método 4D Emagrecimento

Como é gratificante promover Felicidade! A Karina passou por uma transformação no Método 4D Emagrecimento e eliminou em apenas 5 semanas, 8,5Kg, além de conquistar uma modelagem corporal que permitiu[...]

Método 4D Gladiador

11 de maio de 2021

Método 4D Gladiador

NO PAIN, JUST GAIN Conheça nosso Método 4D Gladiador, um programa desenvolvido para você que quer alcançar mais saúde, força e disposição nas atividades diárias, além claro, de uma forma[...]

MODELAGEM E FIRMEZA CORPORAL: SUPER MÚSCULOS

10 de maio de 2021

MODELAGEM E FIRMEZA CORPORAL: SUPER MÚSCULOS

SUPER MÚSCULOS – PROTOCOLO DE MODELAGEM E FIRMEZA CORPORAL DA FISIOFORMA – O poder das tecnologias combinadas ACADEMIA DO FUTURO Vivemos em tempos que exigem praticidade. Ir à academia todos[...]